Aprender Inglês fora do Brasil

Para muitos brasileiros este é um sonho quase impossível e estas oportunidades só batem na porta da casa dos outros. Que o que resta é, contentar com as escolas particulares disponíveis na nossa cidade.

Para outros, os sonhos existem sim, mas temos que correr atrás deles. Que é necessário basear-se nas histórias de sucesso de quem foi e ainda conseguiu algo. É interessante conhecer o inverno para valorizar o verão, e vice e versa.

Muitas pessoas não tem ideias das experiências surreais e da “bagagem” que uma pessoa passa a ter, quando decide embarcar para fora. Estudar Inglês  ao pé de casa, não é estar mal. Ainda porque não há dúvidas, que estes estabelecimentos, vão te dar bases importantes para prosseguir um projeto de vida. Mas quem tem a oportunidade de ficar um tempo fora do Brasil e, acrescentar um ensino no currículo, vai perceber que a experiência é muito mais que aprender uma língua, mas viver toda uma cultura.

Vamos dar continuidade no Diário da Jana…

IMG_20141123_131725

Partiu Vamo Viajar?

Durante muito tempo eu já sentia a necessidade de ir para um país de língua estrangeira. A minha sede por aprender era insaciável. No post anterior, escrevi sobre os primeiros passos antes de viajar para a Irlanda: Diário da Jana

Depois de entrar em contato com os meus amigos que já tiveram, ou ainda, estavam tendo a experiência na Irlanda, foi a hora de inserir-me em TODOS os grupos de brasileiros do país: Dublin, Classificados, Apartamentos para alugar… Loucura, loucura, loucura, porque estava recebendo notificações quase todo o tempo.

Uma conhecida da minha cidade, do interior de Minas Gerais, passou-me o contato de um representante de intercâmbios. Antigamente para tentar falar com alguém, tínhamos o e-mail e o telefone. Mas a pontaria foi certeira e ela passou-me o perfil do facebook do rapaz. Claro que antes de falar com o vendedor, fui “vasculhar” o perfil dele, afinal, o meu investimento financeiro não podia falhar e ele era a ponte que ligaria os meus objetivos.

Depois de ver quem era a pessoa, decidi enviar uma mensagem e fazer um pedido de amizade. Prontamente ele aceitou e respondeu-me logo a seguir.

Facebook1

Normalmente quem vende pacotes de cursos, são profissionais que estão preparados para dar a atenção aos possíveis alunos. Afinal, mudar de país, não é como mudar de bairro ou cidade. Exige muito planejamento e esclarecimentos de dúvidas. E com o meu representante não foi diferente. Todos os dias, eu surgia com alguma perguntinha.

Quando eu mostrei interesse ao curso da escola, o representante enviou-me um e-mail com o orçamento.

Na altura o curso, era 1 ano, sendo 6 meses de aulas e seis meses de férias. Mas agora as leis do país mudaram. E os interessados que desejam estudar Inglês na Irlanda, compram pacotes de 8 meses, sendo seis de aulas e dois de férias.

Questão ali, resposta aculá, chamada no Skype e pimba!

Decidi estudar na SEDA College

01
Seda College – Partiu Vamo Viajar?

Para poder embarcar com segurança, o curso deve ser quitado até 30 dias antes de iniciar as aulas. Isto porque, a escola se responsabiliza pela  ida ao estrangeiro. E portanto, com a escola quitada, você receberá uma carta convite do estabelecimento de ensino, com os próprios dados, as informações da escola e o valor total do curso. Ainda neste documento, constará o lugar onde você ficará alojado.

Fiz o pagamento do pacote do curso e enviei o comprovativo digitalizado. Eles receberam o e-mail e enviaram-me um “invoice of payment”. Também tive que enviar a digitalização do meu passaporte, porque este é um documento individual de viagem, e precisavam, para construir a prova que informava a minha ida a Irlanda.

Escola comprada e a busca frenética por passagens para Dublin. Li artigos que informavam que comprar bilhetes de viagem as terças-feiras são mais baratas, também vi que pessoas compravam nas madrugadas, outras obtinham Via Internet nas próprias plataformas das aviações e muita gente, fechava nas agências. Penso que as pessoas devem fazer aquilo que acha melhor e mais acessível a cada bolso.

É importante salientar que o meu pacote de curso, foi comprado com apenas uma semana de acomodação em um hostel. Mas conheci muitos brasileiros que decidiram fechar pacotes diferentes, por exemplo: com 15 dias de hospedagem ou ficavam em casas de moradores do país por um determinado tempo. Lembro que os valores podiam variar de acordo com a altura do intercâmbio e também do tempo de permanência. Mas confesso que apenas uma semana, foi muito pouco tempo, para conseguir a acomodação fixa e regularizar todas as burocracias.

Depois de pagar e receber o comprovativo da escola, a minha segunda preocupação foi como era chegar na famosa Ilha Esmeralda. E o agenciador indicou-me um motorista, que fazia estes serviços por 20 euros.

Então o plano era o seguinte: Chegar na capital Irlandesa, passar pela imigração e do outro lado, estaria uma pessoa me esperando. E você questiona: – Como saber quem era este rapaz? Pois é, ele estava com uma “plaquinha” com o meu nome.

Mas antes, vou contar a minha experiência pela imigração

Quase todas as pessoas que viajam pela primeira vez, tem um certo receio de passar pela imigração. Mas se você tiver todos os documentos em dia, não precisará ter medo. Quando cheguei na cabine, começaram a falar comigo em Inglês, mas logo perceberam que eu não conseguia compreende-los e responde-los com sentido.

Questões feitas:

aprender-ingles
First Question 😛
  • Pediram o meu passaporte
  • O que vim fazer na Irlanda?
  • Quanto tempo pretendia ficar no país?
  • Onde eu ficaria hospedada? (mostrei a carta)
  • Perguntaram o valor que eu tinha em dinheiro

 

Claro que fiquei nervosa, afinal, eu não entendia muito bem o que falavam. O senhor responsável, carimbou o meu passaporte e deu-me 90 dias, para regularizar a minha estadia.

Correu bem, eu passei para o outro lado com o coração a mil e lá estava o motorista com a plaquinha ao alto.

Conheci colegas que tiveram 30 dias para regularizar a situação no país, ou seja, tirar o famoso GNIB neste tempo.

CHEGUEI DUBLIN!

Era a manhã de Quinta-feira e fazia frio naquela cidade. Afinal, era o mês de Novembro. O motorista foi simpático, ofereceu-me um chip de celular e deixou-me no hostel. Ali era o meu primeiro contato com a vida de intercâmbio.

Fiz o meu checki-in, a senhora entregou-me a chave do quarto e logo eu arrastava entre os corredores do Generator as minhas três malas. Um detalhe importante, foi a necessidade de comprar um cadeado no Hostel, com o objetivo de guardar as minhas bagagens e tranca-las. Tudo isto, porque nestas acomodações, normalmente ficam mais de uma pessoa no quarto. E no meu, não foi diferente, havia seis camas e seis hospedes.

Para finalizar  e fixar esta etapa, é importante informar a necessidade de pagar o curso antes de embarcar e ter em mãos todos os documentos impressos enviados do estabelecimento de ensino. Marcar a sua viagem para fora do Brasil com antecedência, para encontrar bons preços.

Não foi referenciado anteriormente, mas estudar na Irlanda, para além de comprar o curso intensivo de Inglês, é necessário levar consigo, o valor de 3 mil euros. Esta é uma regra para todos os brasileiros de primeira viagem ao país. Este valor te assegura ficar instalado na Irlanda, por pelo menos, seis meses. O dinheiro é seu, mas não pode ser mexido, até chegar o extrato bancário na sua casa. Porque com este papel, você irá dar a entrada na imigração do GNIB, juntamente com outros documentos que a própria escola irá fornecer e informar pessoalmente.

Então, é interessante ter uma grana extra, para não ter a necessidade de utilizar aquele saldo. E não adianta dizer que irá economizar ao máximo, por exemplo: Eu logo cheguei, gastei 20 euros com o transporte e comprei um cadeado por 6 euros. E isto só foi o início. Porque no próximo artigo vou falar da “caça a casa” e já envolve alguns euritos.

euro-pieniadze-do-zabawy-tp_21243189880177717f

No próximo post, vamos dar continuidade na experiência de estudar Inglês na Irlanda. Espero que vocês tenham gostado do artigo. Se quiser receber os últimos posts, basta ser um seguidor fiel do Blog, adicionando o seu e-mail logo em baixo 😀

Já conhecem a nossa página oficial do Facebook? PARTIU VAMO VIAJAR? Clica lá, comente, partilhe e marque o seu amigo que sonha com a oportunidade de estudar inglês fora do Brasil

PartiuVamoViajar-
Partiu Vamo Viajar?
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s