Como trazer a minha família a Portugal

Dúvidas

Em busca de uma vida melhor e segura, muitos brasileiros passaram a olhar para Portugal, como solução dos problemas. Infelizmente o Brasil está vivendo uma crise, e a familiaridade com a língua, o bom clima e a proximidade das duas culturas, tem trazido muitos brasileiros para o outro lado do oceano.

Atravessar o Atlântico é certeza para o sonho, mas a dúvida inicia quando o assunto é, VIVER LEGALIZADO

Vou para trabalhar? Vou para estudar? Vou ser um empreendedor?

A primeira dica é realmente extrair todas as informações sobre as opções de VISTO. Se você tem este objetivo, é necessário planejar e organizar todas as ideias. Muitos dizem ter um plano A e um plano B.

O que muito se vê em Portugal ou até em outros países, são brasileiros e brasileiras que idealizam a estadia em outro país, mas não se não preparam.

Mas gente! Eu vejo tantas pessoas que foram sem nada e conseguiram?!

Realmente há pessoas que tiveram SORTE e lutaram para obterem tudo que almejaram! Também há muitas histórias de gente que passam e passaram dificuldades e, acabaram frustrados com os desafios em outro país. Por isto, é sempre importante ler e buscar informações pós e contras.

Viver legalmente no país destino, será muito mais fácil para realizar todos os seus sonhos. Agora, viver ilegal em um país que não é seu, pode te gerar muitos problemas.

flag-1758718_1920

Estou em Portugal e o meu objetivo é trazer a minha família

Quando cá chegamos, percebemos as diferenças no ensino para as crianças. Por exemplo: Entram pela manhã nas escolas e no fim da tarde voltam para a casa, ou seja, o dia todo estudando (Quase não vemos crianças nas ruas). Exceto as quartas-feiras, porque normalmente chamam de “tardes livres”.

Há transportes públicos para as crianças irem até a escola, com pequenas taxas ou até gratuitos (isto dependerá do escalão da família, uma espécie de condições financeiras que é analisada na altura da matrícula).

É diferente do Brasil, que vemos as escolas públicas para crianças com menos condições. E as escolas particulares  para alunos com o melhor padrão financeiro. Em Portugal um filho de um médico e um filho de um empregado fabril, estudam no mesmo estabelecimento público e com a mesma carga horária. Geralmente estudam idiomas, fazem visitas de estudos fora da área da residência e possuem um acompanhamento especial de professores, de igual para igual.

Quando cá chegamos, percebemos que há bons preços nos supermercados. As vezes fazendo a conversão do Euro para o Real, podemos concluir que no Brasil os produtos podem ser mais caros. Claro que vamos encontrar coisas que estão no mesmo patamar, mas infelizmente a realidade brasileira que encontramos são produtos, bens e serviços com um custo muito mais alto.

Quando cá chegamos, vemos que temos condições de comprar um “carrinho” de até, 300 euros à vista. Claro que não será uma BMW, mas é um transporte para começar a andar e ter independência mediante os horários dos transportes públicos.

Quando cá chegamos, temos o desejo de trazer as pessoas que amamos para perto de nós, porque aqui, podemos andar com o melhor celular sem sermos perseguidos.

Quando cá chegamos, vemos que há NET por todos os lados, inclusive em algumas praças públicas.

Quando cá chegamos, vemos que também há pessoas más e desocupadas, mas o número é menor e isto nos gera conforto e fortalece ainda mais, a ideia de trazer a família ao “pé de nós”.

Mas é uma responsabilidade muito grande trazer os familiares para Portugal sem antes analisar a vida de um morador local. Afinal, o TURISMO é diferente de quem VIVE em outro país. Há pontos positivos e negativos como em qualquer lugar do mundo. Por isto, vamos repetir o que foi escrito anteriormente, PLANEJAR E PREPARAR-SE. Afinal é a sua família, não é mesmo?

 

lisbon-927669_1920

Tenho minha família no Brasil, sonho em dar boas condições para os meus filhos. Consigo trazer-los a Portugal e viverem legalmente?

A resposta é SIM. Se você tiver em Portugal com autorização de residência, você conseguirá trazer os familiares para reagruparem na sua permissão em Portugal.

Quem poderá reagrupar no meu título de residência?

É sempre importante ter conhecimentos das leis que te asseguram mediante ao pedido. Com base no Artigo 99 da lei 23/2007 de 4 de Julho, são considerados familiares do residente:

  • O cônjuge: Admite-se tanto quanto a união civil quanto ao regime de união estável, porém a segunda opção só é válida no período superior a 2 anos;
  • Filhos menores ou incapazes a cargo do casal;
  • Filhos adotados com decisão reconhecida por Portugal;
  • Filhos que não sejam do relacionamento em causa, porém um dos pais com a guarda da criança e a autorização do outro progenitor;
  • Filhos maiores solteiros que estejam a estudar num estabelecimento de ensino em Portugal, a cargo do casal ou um dos cônjuges.
  • Pais podem ser reagrupados por filhos, desde que se encontrem ao seu cargo;
  • Irmãos menores, desde que esteja sob a tutela do residente e que seja reconhecida por ambos países.

 

Se você gostou deste artigo e tem interesse sobre trazer a família a Portugal, fique ligado, porque iremos abordar este assunto sucintamente.

Já é um seguidor do Blog? É super fácil, basta inserir o próprio e-mail e receber gratuitamente e em primeira mão, todos os artigos que inspiram e informam brasileiros pelo mundo.

Aliás, já conhece a nossa página oficial do Blog no Facebook? Clica logo no link e seja um seguidor fiel: PARTIU VAMO VIAJAR?

PartiuVamoViajar-

Crédito de imagens Pixabay

Anúncios

7 comentários

  1. Estive em Portugal em Dezembro e todos dizem que tem um vasto mercado sou formada na, área de psicologia e psicopedagoga.e tenho uma outra Pós graduação percebi que nem tudo é tão fácil..A cidade é linda mas me pareceu cheia de burocracias..para ser legalizada e para, que se legalize nossa, documentação.Chego a conclusão que existe uma diferença entre o que falam e a realidade em quem vai morar aí..Tentei entrar no site de psicólogos não consegui..Acredito que na verdade é um.pais com muito mais pessoas desempregadas..E que passam a impressão de que estão bem

    Curtido por 1 pessoa

  2. Estou em processo cidadania como neto e pretendo ir definitivamente e legalmente, logo assim que for deferido meu processo, mas tenho muitas dúvidas que não encontro na net, pois a maioria vão a estudo ou se aventurar como turista, tentando um emprego que o segure na terrinha entre outros.
    No meu caso, consigo entrar legalmente com minha esposa e filhos sendo cidadão Português? Tenho que apresentar passagem de ida e volta, já que vou para ficar? Poderei ter problemas na imigração com meu filho e esposa?
    Difícil achar alguma orientação para estes casos…

    Curtir

    • Olá, Sra. Rose. Está tudo bem? Ele também pode inscrever-se para um mestrado, tratar dos documentos ainda no Brasil e até concorrer a bolsa de estudos. Frequentando as aulas, o seu filho, poderá trabalhar em regime part time, com permissão prévia do SEF (Serviços de Estrangeiros e Fronteiras). O Reagrupamento familiar, existe para dependentes, menores de idade. No entanto, o seu filho, não conseguirá através de si, este meio de legalização no país. Espero ter ajudado. Abraço

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s