De Varginha para a Hungria

IMG_20160312_233801

A história inspiradora de um estudante do UNIS

Lucas Maximiano Ferreira, 23 anos, estudante de Administração e Comércio Exterior, é mineiro, brasileiro e hoje vive na Hungria.

Em húngaro, a Hungria é chamada de “Magyarorzág”, é um país da Europa Central e não tem saída para o mar. Os rios mais importantes que atravessam este território são o Danúbio e o Tisza. A Hungria faz fronteira com a Áustria, Eslováquia, Roménia, Ucrânia, Sérvia, Croácia e Eslovénia. A capital é BUDAPESTE que é também a maior cidade do país. A temperatura média deste local chega 9,7 graus (com extremos de 42 °C e -29 °C). O Húngaro é falado por 94% da população, que é uma língua distantemente relacionada com o estoliano e o finlândes.

Depois desta breve sobre este território, e você, teria a coragem de embarcar para a Hungria? Vamos agora conhecer a história deste jovem de Varginha que apostou na diferença e foi estudar University of Dunaújáros.

PARTIU VAMO À HUNGRIA?

Lucas conta que desde pequeno sonhava com a oportunidade de morar fora do Brasil e agora, diretamente da Hungria, prova que os sonhos existem para se tornarem realidade. O que pode intrigar é o fato deste destino ter uma grande porcentagem de pessoas que falam Húngaro, mas o Inglês é a base da conversação entre Lucas e os universitários estrangeiros e professores. O jovem diz que já estudava Inglês há cerca de cinco de anos, numa ótima escola situada na sua cidade. Ainda segundo ele «vivemos em uma sociedade globalizada, onde aprender uma segunda língua é vital. Quando estudamos um outro idioma, não apenas nos oferece uma boa oportunidade no mercado de trabalho, mas também aprendemos o significado de cultura. Conhecer outra língua, leva-nos a compreender um outro estilo de vida. Desta maneira passamos a entender melhor o modo de ser e pensar dos outros povos.»

IMG_20160313_192327Questiono sobre quando o jovem decidiu embarcar para fora do Brasil, Lucas revela uma antiga meta e logo, a oportunidade de ingressar numa universidade do velho continente «Estudar fora sempre foi um dos meus sonhos. Em 2011, quando eu decidi fazer um Intercâmbio de Idioma no Canadá, em Toronto, tudo corria nos conformes até que aconteceu alguns imprevistos e este objetivo não aconteceu. Mas confesso que não liguei, porque imprevistos sempre tem e não seria isto que acabaria com um dos meus sonhos. Eu continuei na batalha, não desisti e eu tinha a certeza que no tempo de DEUS, tudo iria a ser concebido por ELE. Os anos se passaram, e hoje, estou morando na Hungria, um país localizado na Europa Central e estou cursando Business Administration na University of Dunaújvárus, uma cidade localizada a 1 hora e 30 minutos da capital Budapeste»

O projeto que este estudante participa é chamado de MOBILIDADE ACADÊMICA, que é um acordo entre o UNIS (Centro Universitário do Sul de Minas Gerais) com outras faculdades estrangeiras situadas em nove países: Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Estados Unidos da América, Hungria, Portugal e Uruguai.

De acordo com o entrevistado, os estudantes do ensino superior que possuem interesse em participar desta MOBILIDADE ACADÊMICA do Unis, precisam ficar atentos as regras:

  1. a) Estar regularmente matriculado em um dos cursos da instituição;
  2. b) Não ter sido penalizado por infração disciplinar durante sua vida acadêmica na Instituição;
  3. c) Não ter desistido de processo seletivo para mobilidade acadêmica anterior após período de inscrição junto ao UNIS/MG;
  4. d) Possuir passaporte válido pelo período do intercâmbio ou comprovante de agendamento para a providência do passaporte;
  5. e) Apresentar carta de motivação escrita em Língua Portuguesa, com no máximo duas páginas, assinada pelo candidato e endereçada à instituição de destino, somente se estiver selecionado no processo de Mobilidade.

Com tantos países, indago o que motivou-o escolher a Hungria como destino de embarqueSnapchat-7465610003916292741 «Por ser um país Europeu e ter como a segunda língua, o Inglês. Também pelas histórias e paisagens. O edital para mobilidade aos Estados Unidos já estava fechado e portanto, Hungria era a minha opção.»

Ainda de acordo com mineirinho, 15 alunos saíram de Varginha e foram estudar pelos países inscritos no Edital. Logo pergunto se há muitos estrangeiros na sala de aula «Sim, Camarão, China, Curdistão, Finlândia, Espanha, Índia, Geórgia, Líbia, Portugal e Turquia

Sabemos que, quando saímos da nossa zona de conforto, passamos por algumas dificuldades ou melhor, aprendizagem. Ainda mais, quando falamos de outra cultura e país. O futuro administrador de empresas fala sobre as barreiras diárias «as dificuldades foram a adaptação com o idioma nato deles, também a comida e a água local. É engraçado ouvir falar em se adaptar com a água, mas sério, o gosto é completamente diferente a água do Brasil. Também tive que aprender a andar nos coletivos (trem, metros e o ônibus), aprender quais são as estações descer para não se perder.»

IMG_20160225_213628Estando no velho continente, muitos dos brasileiros aproveitam para explorar não somente o local onde estão passando uma temporada, mas também para arrumar as malas e viajar por outros países. Viver na Europa, tem destes privilégios, pois os voos low cost (preço baixo), são acessíveis à todas as pessoas, há países que são relativamente próximos e viajar de ônibus ou de trem, é coisa mais comum entre cidadãos europeus. O jovem de Varginha conta-nos « nestes dois meses de Europa, já tive a oportunidade de estar visitando a Eslovênia, agora estou com planos de ir à República Tcheca, mas de acordo com os meus planos, quero viajar ainda mais. Como sou dependente dos meus pais, não terei a chance de rodar por toda a Europa. Se eu conseguir, ainda visitarei a Suécia, onde tenho amigos e irei aproveitar para revê-los com uma visita

Para finalizar a nossa conversa, peço para Lucas Maximiano deixar uma frase de inspiração para os leitores deste blog “O verdadeiro vencedor é aquele que mesmo nos momentos de dificuldades, jamais desiste dos seus objetivos e enfrenta o sofrimento de cabeça erguida, sabendo que mais a frente a grande vitória chegará

IMG_20160316_151305
Todas as imagens foram cedidas pelo entrevistado

 E você? Já teve o mesmo sonho que o Lucas? Seja como ele e não desista!

Gostou da inspiração? Deixe o seu comentário logo abaixo 😀

Já conhece a nossa página oficial PARTIU VAMO VIAJAR? Lá tem muitas outras histórias inspiradoras como a do Lucas, bora lá, deixe o seu “like” e inspire-se 😀

PARTIU VAMO VIAJAR?

Anúncios

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s