De recolhedor de lixos para uma sala de escritório. A história inspiradora de um representante de Intercâmbios / Partiu Vamo Viajar?

“Tenho um trabalho para você, mas é no lixo” – Sim, no lixo. Eu aceitei. Trabalhava nas madrugadas frias nos caminhões e recolhia o lixo das ruas. Logo pela manhã, num galpão, separava as sacolas de acordo com as regras impostas..»

Tiago Santos, tem 33 anos, Paulista, formado em Educação Física, atualmente é um profissional do Marketing e do Turismo. O rapaz que tem um canal no Youtube e uma página oficial no Facebook é um verdadeiro amante do Intercâmbio, tanto que fez do seu prazer, hoje, uma profissão.

Há muitos escritores que informam que viajar é uma fonte inesgotável de felicidade e conhecimento, ainda porque, mesmo mediante algumas dificuldades, só acrescentará na vida deste viajante. Henry Hollins escreve «Eu imploro aos jovens que viajem, Se você não tem um passaporte, faça um. (…) Coma comidas interessantes. Curta pessoas interessantes. Aventura-se. Seja cuidadoso. Volte e verá o seu país de uma maneira diferente, seu presidente de maneira diferente, não importa quem seja. Música, cultura, comida, água. Seus banhos se tornarão mais curtos. Você terá uma noção sobre o que é globalização (…)»

Zakopane

#Partiu Vamo Fazer Intercâmbio?

O sonho de conhecer o estrangeiro surgiu ainda como criança. Tiago diz que, tinha muitos amigos com condições melhores que a dele. Estes colegas viajavam por vários países, registando imagens que o fizeram a interiorizar e imaginar-se naqueles surreais locais. «Aquilo foi criando uma narrativa de um filme na minha cabeça e eu, me perguntava como seria a vida destas pessoas e como eram estes países, mas que era tão longe da minha realidade.»

É difícil responder se existe o vício em viagens, mas este rapaz coleciona um passaporte de dar inveja, pois está cheio de carimbos, «mesmo depois de ter realizado a meta de visitar locais que sempre sonhei, mais de uma vez, descobri  que, tenho outros sonhos – conhecer lugares novos e acho que é uma busca eterna» conta.

O Paulista quando embarcou para Dublin, no ano de 2012, não tinha uma data determinada para regressar ao Brasil. Também não sabia como seriam os dias  no novo destino. O primordial nesta nova temporada que começou à quatro anos atrás, era apenas a escola, e claro, as viagens que o velho continente poderia favorecer.

10313512_749893941746056_1651238246031766677_nSaber que este amante de snowboard tem uma coleção de imagens captadas de países, dentro e fora da Europa e também experiências multiculturais, gera-nos a curiosidade de questiona-lo sobre estes territórios visitados e como ele administrou financeiramente para realizar estas viagens « Digamos que, já passei dos 20 países. Desde quando cheguei à Irlanda, eu tinha pouco dinheiro de reserva. Enquanto alguns dos meus amigos, estavam aproveitando as noites, fazendo passeios e divertindo, eu, decidi ficar em casa. Deste modo, economizava para conhecer um novo país. Lembrando que, só vivendo aqui, para saber o quanto barato é a viagem para grande parte dos destinos. É tão simples, algumas vezes, você pode fazer uma viagem de um país para outro de ônibus. Viajar pela Europa, não se trata de ter muito dinheiro ou não. Mas claro, economizar onde puder e aplicar nas viagens. Um modelo real: Para quem é de São Paulo, por exemplo, aqui é mais barato você ir passar um final de semana em Londres (Inglaterra), ao invés de descer a serra e passar uns dias na baixada Santista.»

Com a Internet é fácil ler, seguir e ver depoimentos reais de experiênciasAmsterdam únicas de cada pessoa, claro que cada viagem é uma viagem, mas o interesse destaca-se quando estamos de frente à uma pessoa, que trata este assunto com simplicidade e um largo sorriso, e portanto, questiono sobre os lugares onde Tiago passou «Tenho um TOP 3 de países onde praticamente já fui mais de uma vez. Amsterdam tem uma magia fantástica e não é pelo que as pessoas pensam, e sim, pela “vibe” da cidade, onde todos são muito educados, felizes e não se vê confusão. Praga, na Republica Tcheca é um país encantador onde você se sente dentro de um filme. Barcelona, Itália e Dublin são cidades impossíveis de não se apaixonar e a Polônia, é um país onde tenho ido todos os anos. Enfim, daria um livro para eu falar sobre todos as localidades visitadas»

Quando se muda para um país diferente do nosso, um dos requisitos básicos é saber qual é a língua falada entre os nacionais. O “marketeiro” diz que o Inglês foi um aventura na vida dele, « quando eu cheguei na Irlanda eu tinha quase nenhum conhecimento do idioma. As aulas diárias e a convivência com as pessoas do país, ajudaram-me a desenvolver e aprender. Também busquei outros meios para dar um “up” na aprendizagem, por exemplo, amizades com os nativos e muita dedicação fora da sala de aula. Foi durante alguns meses, que notei o avanço da língua estrangeira no meu dia-a-dia.»

Wiene Austria

Ser um representante de uma escola no estrangeiro é um ato de muita responsabilidade. Vender um pacote de um curso, para pessoas que estão do outro lado do oceano é uma tarefa de comprometimento. Ainda porque, a credibilidade é a fonte número 1 para o sucesso deste profissional, portanto, interrogo sobre como é este trabalho « a venda de Intercâmbio é um processo que leva um pouco de tempo, pois é necessário você transmitir todas as informações muito bem claras. É um investimento alto, assim, não diria um desafio, mas você mostrar além da segurança para o futuro do aluno, fazer com que ele entenda que o investimento dele deve ser válido em uma instituição de qualidade, onde vai realmente receber aquilo que pretende buscar, conhecimento, suporte e tudo o que ele precisar em um novo país»

Sabendo que o entrevistado tem uma formação numa área totalmente diferente de Marketing, indago se a Irlanda foi um ponto importante para se auto descobrir neste emprego «com certeza sim, desde a profissão e até uma descoberta pessoal. Muitas coisas na vida dependem de uma oportunidade, seguida do próprio esforço. Quando eu estava para voltar ao Brasil, o Tiago Mascarenhas (Diretor do Marketing ), me deu a oportunidade de trabalhar na Seda College, ajudando na recepção e foi com o passar do tempo, fui aprendendo sobre o Marketing da escola, onde hoje faço parte há mais de três anos

10307219_613184148750370_2555125499154910907_n

O representante de intercâmbios tem um canal no Youtube e uma página oficial no Facebook, cujo nome é “Diário de um viajante”. Estes dois espaços são ferramentas importantes, pergunto o motivo da criação destes instrumentos onlines e o jovem responde «Antes de morar em Dublin, eu passava praticamente 24 horas do dia vendo vídeos sobre a cidade, sobre as viagens, enfim, tudo. Desde quando eu sai da minha casa em São Paulo, comecei a gravar um vídeo. O meu objetivo era simplesmente ter aquilo como recordação, assim, todos os passos e os lugares eram captados. O desejo era que no futuro, os meus filhos, pudessem ver as minhas reais aventuras, porém, as coisas tomaram outro rumo. As pessoas começaram a acompanhar e mandavam mensagens privadas para gravar e falar de tal situação, assim sendo, o projeto foi crescendo. Um certo dia, um amigo, Mário do “Marião na Europa” falou comigo e disse que iria me ajudar a falar sobre intercâmbio. Que desta forma, as pessoas que tinham intenção de vir à Dublin, pudessem seguir e tornaria um caminho ideal para divulgar o meu trabalho. Hoje, existe um público bem fiel, que realmente acompanha e cobra quando não publico um vídeo novo. Já tive a felicidade de gravar com algumas personalidades como o PC Siqueira e o Cauê Moura. Numa das várias imagens captadas e divulgadas, ouvi uma frase interessante e é a mais pura verdade, “os vídeos estão “trabalhando para você” enquanto dorme, repassando informações para aqueles que as buscam.”»

Normalmente, as pessoas que compram os pacotes do curso de Inglês deste profissional, são admiradoras do trabalho dele, ainda porque, Tiago está sempre a expor ideias e principalmente a real vida levada no exterior. Questiono  sobre o seu diferencial e como acompanha a vida destes novos estudantes que chegam num território totalmente diferente da realidade brasileira «toda esta divulgação faz parte do meu diferencial, que é sinônimo de ajudar as pessoas e também difundir a ideia que eu existo. Não sou apenas um vendedor e os novos alunos estando na Irlanda ou no Brasil, podem acompanhar as atualizações quase sempre diárias e sabendo o que está acontecendo na cidade, e eu estou sempre pronto para ajudar. Pessoalmente você poderá lidar com um novo amigo e ajudarei em tudo o que for necessário»

1901501_582866228448829_1117792514_n

Hoje, gravando vídeos e com um trabalho dos sonhos, ninguém poderia imaginar que a primeira oportunidade de emprego deste entrevistado, era o de recolher lixo, exatamente isto, Tiago lutou muito para chegar onde está. E portanto, é fonte de inspiração para muitos que pensam em desistir. Sem nenhum tipo de receio, ele conta como foi esta tarefa que nunca imaginou um dia na vida fazer «eu tinha poucas semanas para conseguir um trabalho ou então, voltava para o Brasil. O dinheiro estava escasso e em conversa com alguns amigos, um deles disse-me: “Tenho um trabalho para você, mas é no lixo” – Sim, no lixo. Eu aceitei. Trabalhava nas madrugadas frias, nos caminhões e recolhia o lixo das ruas. Logo pela manhã, num galpão, separava as sacolas de acordo com as regras impostas –  era árduo. E quando dava a hora de voltar para a casa, eu tinha vergonha de sentar próximo das pessoas do transporte público, pois eu sabia que o cheiro não era dos melhores. Fiquei trabalhando neste emprego, durante 4 meses, porém foi neste local que me mantive, e afinal, até uma pessoa que trabalha recolhendo lixos na Irlanda, ganha o suficiente para viver sem necessidades. Graças à Deus as coisas foram acontecendo e hoje, estou por aqui. E, se você realmente estiver disposto e quiser, vale a pena e digo que se fosse necessário, eu faria tudo da mesma forma outra vez.»

O menino que utiliza a frase “Chama que é nóis” nos vídeos divulgados, comenta que tem vontade de voltar à Pátria amada porém, não ter vontade de viver lá e acrescenta, que pensa em trazer todas as pessoas que ama para o seu redor.

26324_444398945628892_64556471_n

Sendo um ícone para muitos internautas, pois está distante por apenas um “click” num computador ou num celular, Tiago Santos, deixa uma mensagem para os leitores deste Blog «Primeiro eu gostaria muito de agradecer a tantas pessoas que me acompanham pela Internet, as pessoas que confiam em mim e no meu trabalho. O canal não serve para ser diferente de alguém e sim ajudar aqueles que buscam informações e para aqueles que gostariam de realizar o sonho de vir estudar e conhecer novos países. Nunca desista, faça um planejamento, trace metas e vá atrás delas. Nada é impossível e você é capaz, mesmo mediante qualquer situação. Pode ser que leve alguns meses, anos, mas uma hora, chegará a sua vez. Faça por onde e nunca desista»

418388_257335457668576_1541748923_n
Todas as fotos desta matéria é do arquivo pessoal do entrevistado

«Vamos viver nossos sonhos, temos pouco tempo»

E você, achou esta história inspiradora?

#Partiu Vamo Viajar?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s